domingo, 6 de novembro de 2011

Solidão temporária.





Você me conhecia, sabia onde eu estava,
muitas vezes me visitava e nem se apresentava
Vocè sempre andava sozinha, mesmo sempre acompanhada
Me deixava sozinho, sempre que ao meu ouvido falava...
Mas a tempo descobri, algo que nunca imaginava
Você não é eterna, vá embora, solidão dissimulada!

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Perdas...



CONTINUANDO...


Depois de uma hora de caminhada pela mata densa que cercava a região, finalmente chegaram ao ponto chave, onde toda a operação começava. Ali, verificaram novamente seus equipamentos e armas, vários explosivos e detonadores também pesavam em suas mochilas e após dez minutos, tudo estava checado e preparado.

Enquanto estavam se dirigindo ao local de partida, estavam a passos largos, quase correndo, mas agora, estavam caminhando lentamente, quase rastejando como cobras. Caminharam assim por uns 40 minutos e chegaram a uma cerca de arames, ali fizeram uma cautelosa parada e como haviam combinado, formaram dois grupos, o primeiro liderado pelo próprio sargento Alves e o outro pelo soldado Lima, e então foram em direções opostas, fazendo o registro do local, por fotos, vídeos e comentários em áudio, enviados instantaneamente para o satélite militar reservado para a missão, pois em seguida, o próximo esquadrão a entrar em campo, dependeria desses dados, corretamente coletados, para efetivar a invasão do local.

CONTINUA...


domingo, 16 de outubro de 2011

Perdas...



Mais um dia ali, parados, sem poder sair daquele prédio em ruínas. O local onde estavam só havia uma saída, um buraco na parede, feito provavelmente por um estouro de granada ou algo do gênero. Seu inimigo estava do lado de fora, fazendo rondas contínuas, pois provavelmente sabia que uma companhia retardatária se escondera na região, apenas não sabia a localização exata.
No inicio daquela batalha, eram seis soldados, um grupo relativamente pequeno, mandado para fazer reconhecimento de um possível campo de prisioneiros, os quais deveriam ser resgatados e então, o local deveria ser totalmente destruído. Cada missão com seu grupo específico. E o comandado pelo sargento Alves, era o especializado em reconhecimento e destruição. O primeiro esquadrão a chegar e o ultimo a sair.
Até então, todas as missões que receberam, foram cumpridas sem baixas e quase sem muito esforço, mas aquele dia foi diferente, desde cedo o soldado Rivera, um dos melhores da equipe, além de ser irmão mais novo do sargento, estava com um ar de preocupação, que afetava seus colegas, pois sabiam que ele conseguia sentir cheiro de problemas, muito antes de eles acontecerem.
Naquele dia saíram bem cedo, equipados e armados, a arte do reconhecimento de campo exigia uma habilidade que todos ali desenvolveram muito bem, desaparecer no meio da paisagem, ficavam irreconhecíveis.

CONTINUA...

domingo, 2 de outubro de 2011

Pão e circo?

Montagem: Apresentação do Coldplay RockinRio 2011 e Brasilia. Obs.: Não é uma comparação, é apenas para ilustrar o texto abaixo.



Enquanto curtimos o rock in Rio, a maioria deles curtem com a nossa cara e claro, com nosso dinheiro, com seus castelos, carros e contas no exterior. E a maioria de nós, tentando esquecer um pouco que isso existe. Não é uma crítica a quem assistiu, está assistindo, eu também estava curtindo um Coldplay (Y), mas é só para lembrar, o que está acontecendo. "Pão e circo?". Talvez, não exatamente, mas algo similar.








Obs.2: O texto acima, é uma opinião pessoal, sendo que cada um tem a sua. Adoro Coldplay e vi parte do show, e foi MUITO BOM! E outra, a política no Brasil está cada dia pior, decadente.

domingo, 18 de setembro de 2011

Ao fim de mais uma batalha...



Quando percebi, ja estava submerso
Estava afogado, em meio aquele universo
Um lugar escuro e sombrio
Onde a esperança, se apagou, apenas restou
um queimado pavio


Uma luz no fim do túnel, eu avistei
Não sentia mais nada, as forças revigorei
Em minha mente, apenas planejava
Qual rumo seguir, a decisão a ser tomada


Minha visão, não era mais desacreditada
Meus olhos não eram mais cheios de lágrimas
Minha guerra, começou, agora está travada
Não posso desistir, ou minha vida será tomada


Ao fim de mais uma batalha, as energias esgotadas
Parece que tudo está para desabar, desmoronar
Mas a confiança vem me lembrar
Qual é meu objetivo...
Jamais desistir,
de resgatar aquele soldado perdido,
seu companheiro de batalha, seu amigo.

sábado, 17 de setembro de 2011

A guerra é minha rotina...

♪ "Abro meus olhos, já é de manhã, a noite é menor a cada dia...
os dias as vezes parecem iguais, a guerra é minha rotina...
peço forças, para continuar, peço forças, para poder lutar" ♫

terça-feira, 19 de julho de 2011




Meu coração bate mais forte só de pensar em você, quando te vejo, ele dispara, mas quando te abraço ele se acalma, suas batidas ficam suaves e tranquilas, consigo sentir calmamente cada batida, sentir o envolver dos meus em seus braços, sentir o toque de nossos lábios.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Uma história...

Em uma determinada ocasião, em que pai e filho estavam conversando enquanto tomavam cada um uma xícara de chocolate quente e assistiam televisão ao final de uma tarde de inverno, o filho perguntou ao pai:

- Pai, me conte…como você e a mãe fazem para se dar tão bem, mesmo depois tanto tempo de casados e tendo casado tão jovens.

O pai responde:

- Bem, eu e sua mãe, antes de nos conhecermos, passamos por tanta coisa ruim ao lado de outras pessoas e já eramos tão jovens. Então o que acabou acontecendo, foi que ficamos mais cautelosos quando se tratava de relacionamentos, já não nos deixavamos levar por emoções e sentimentos, por uma simples paixão que não nos levaria a nada. Até que um dia nos encontramos por acaso, e na primeira conversa, agora falando de mim, mesmo receoso eu senti uma coisa diferente no ar, então foi ai que começamos a nos gostar.

- Foi tipo um amor a primeira conversa? – perguntou o filho.

- Foi isso mesmo – respondeu.


CONTINUA…

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Ah! esse jeitinho.

Esse seu jeitinho me encanta,
me faz te amar,
me deixa apaixonado,
me leva a sonhar.

sábado, 18 de junho de 2011

Eu estava com medo....


Eu estava só
Eu estava com medo
Não queria mais tropeçar,
cair, me machucar


Mas daquele dia, eu me lembro
Suas palavras doces, sua simpatia
Uma pessoa como eu, estava sozinha
Só tinha uma coisa, em seu coração
Não queria sofrer, por mais uma paixão


Em meu peito, de alguma forma eu sentia
Não sabia o que era, mas aquela alegria
Inexplicável, adorável, coisa Divina


Quando nos vimos, eu não imaginei
Que sentimento era aquele, eu não entendi
Segurei sua mão gelada, então percebi
Que era o amor nos tocando, nos fazendo rir

Minhas rimas imperfeitas, não são o melhor meio de dizer
Mas em tudo que eu faço, só penso que amo você.


quarta-feira, 1 de junho de 2011




As lembranças do passado
tudo o que passou
algumas coisas cairam em descaso
outras tem saudade que no coração ficou

sábado, 28 de maio de 2011

Minha Terapia




Como uma terapia
è amar você
Eu nunca pensaria
Que assim seria

Meu amor
como num dia frio
como hoje
Eu desisti,
achei que nunca fosse
Nunca mais eu saberia
Como é esse calor

Não tenho ideia do que houve
Como explicar o acontecido de ontem?
Meu peito tão vazio, deserto
Ficou assim completamente imerso
Encharcado desse seu perfume

domingo, 1 de maio de 2011

Você disse que me amava...



Uma manhã ensolarada de Domingo
Eu lembrando do que me foi dito
Lembrando que mesmo sem te ver
Seu abraço me fez perder o sentido

Você disse que me amava
Mesmo eu não te amando
Você disse que se importava
Mesmo quando eu não estava

Você me abraçou
E eu nem percebi
Seu amor me avivou
Me trouxe novamente aqui

Não conheço este lugar
Nem ninguém que aqui venha estar
Mas sei que quero te encontrar

Quero tocar seu coração
Agora estou apaixonado
Envolvido, encantado


Obrigado Renata por me ajudar neste post, com sua valiosa opinião =)

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Reflita...




Você não precisa ter uma religião ou uma igreja para acreditar nisso, erros, todos cometemos, sejamos "religiosos" ou não, mas o que eu quero passar, é essa mensagem, de que não importa o erro, a falha ou qualquer coisa parecida que você tenha cometido, não importa se apenas você sabe o que aconteceu ou se todos sabem, o importante é ter a coragem de assumir o que você fez, de dizer "eu errei e, eu admito isso". Uma das coisas que mais conflita com essa forma de pensamento é o orgulho, que não deixa com que assumamos nossas falhas, nos deixa magoados, ressentidos, não permite que venhamos perdoar as pessoas.
Pense nisso, se tiver que pedir perdão, peça, se tiver que admitir seu erro e tiver que concertá-lo, faça isso e mesmo que o que tenha feito não tiver concerto, admita-o da mesma forma, não deixe o orgulho, a soberba tomar conta dos seus pensamentos, pois me atrevo a dizer que, hoje, este sentimento é como um câncer da humanidade.
O vídeo que postei, é de um cantor gospel, eu sei, mas eu te digo, você não precisa ser religioso para pensar desta forma, você pode ser ateu, não importa, mas, tenha dentro de si esta ideia, este pensamento, não deixe de perdoar, de pedir desculpas, a quem quer que seja, de admitir seus erros, não perca tempo, fique bem consigo mesmo.
Detalhe, na verdade, este grande mal, chamado orgulho, está presente principalmente no meio daqueles que se dizem religiosos, corretos, pense nisso, não por mim, não por um dia, mas sim por você, todos os dias.
Abraço a todos! =)

segunda-feira, 18 de abril de 2011

domingo, 27 de março de 2011

Estarei fora por umas semanas por isso nada de novo será postado


Mas fica ai uma mensagem



Ame a todos, ame você mesmo, ame sua familia, ame seus amigos e conhecidos, ame todo mundo, até seu inimigo...o amor neste nosso mundo tem se esfriado a cada dia, e muito estamos  sofrendo por conta disto, então onde quer que vá, com quem quer que seja, ame e respeite as pessoas à sua volta.

sexta-feira, 25 de março de 2011

O tempo está acabando...



Por que estou aqui?
O que faço aqui?
O que devo fazer?
Por que tudo está desabando?


O que tenho que fazer?
Quem tenho que encontrar?
A quem devo perguntar?
Não há razão para tudo isso
Não sei o motivo
Como saio deste hospício?


Neste mundo maluco
tudo está caindo
todos estão surdos
Ninguém ve a verdade
Essa enorme calamidade
Vindo, se aproximando
Está chegando


Ele está chegando
O mundo está desabando
Todos estão chorando
Mas ninguém está escutando
Ele está voltando
Está vindo, chegando
Seu tempo está terminando
acabando, se esgotando


Faça algo, rápido
Para não ser tragado
para que seu coração não seja preso
agarrado, enrolado

terça-feira, 22 de março de 2011

Água da vida


Nos lagos e rios
Em todo o mar
Doce ou salgada
Você está la
Venha se molhar
Se encharcar de vida


Mas, você está indo
Para onde está indo?
Não vá
Não vá sem mim
Não me deixe assim


Água da vida
Água que trás saúde
Que me aviva
Não vá embora
Não vá…




Neste momento o que importa não é a poesia e sim o significado dela. Hoje, 22 de Março é "comemorado" o dia internacional da água, mas, o que comemorar? Talvez comemorar o pouco de água potável que nos resta?
Sim, eu sei que é MUITO difícil a água de nosso planeta acabar e, sei também que existe tecnologia para transformar a água dos mares e oceanos em água boa para consumo, mas pense comigo, daqui uns 50 anos, parece muito tempo, maaaaaas...e o preço dessa água, pense de novo, o quanto você precisa de água para manter sua vida, pelo menos com um mínimo de saúde, pense, pense, pense...

sexta-feira, 18 de março de 2011

Ideias falhadas



Minha cabeça parece girar
cada vez que eu tento criar
a mais perfeita poesia
minha mente apenas se esvazia
Sento em minha cadeira
imagino meu corpo num dia frio
acolhido perto à uma lareira
mas quando começo a me aquecer
minhas ideias viram como cinzas de madeira
Isso nem sempre acontece
só em dias estranhos
quando meu corpo desaparece
em meio a névoa que me reveste
como uma roupa apertada
uma camisa forçada
mas quando a maluquice se acaba
vem uma nova temporada
de ideias para mim bem encaixadas
mas para outros mal interpretadas
ideias embassadas, sem fim ou começo
ideias falhadas.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Um dia, mais um dia, outro dia...


Dia bom, dia dificil, um dia normal
Cada dia diferente de outro dia,
As vezes parecido, mas nunca igual
Dias que rapidamente se vão,
dias que duram tempo demais
Um dia para mudar uma vida,
Vários dias que podem acabar com ela
Verão e inverno em apenas um dia
Um dia sem graça, outro inesquecível
Vinte e quatro horas num dia
Uma semana por sete dias
A vida feita de dias, varios dias, poucos dias
O dia é um dia, a noite também é dia
Minha vida feita de dias,
dias bons e dias que preferimos esquecer
Os dias que passaram, foram aprendizado
O dia de hoje, quase todo planejado
O dia de amanhã, como será passado?
Agradeço por cada dia
Outros amaldiçoam dia após dia
Quero viver meu dia
Quero que viva seu dia
Mas que cada nosso dia
Sejam muitos dias
Aproveitar o dia
Aprender com seu dia
Fazer do seu dia, o melhor dos dias
E se amanhã não houver outro dia
Que pelo menos neste dia, eu seja feliz.

Ah! Essas palavras...escritas, faladas, pensadas...



Palavras que faladas não voltam,
que quando escritas se apagam com o passar do tempo
Palavras, formadas por silabas formadas por letras
Uma palavra que muda direções, muda sentidos, provoca sensações
Faz a mais triste das pessoas sorrir ou a mais alegre cair
Adjetivos, substantivos, advérbios, palavras que classificam palavras
Palavras em Português, em Inglês ou Italiano, quem sabe em Japonês
Palavras que significam para uns e não signficam nada para outros
Palavra é uma palavra!
Desenhos são palavras, melodias são palavras...
Pensamentos?
São palavras escondidas
Ah! Essas palavras...escritas, faladas, pensadas...
Ocorreu um erro neste gadget