terça-feira, 18 de outubro de 2011

Perdas...



CONTINUANDO...


Depois de uma hora de caminhada pela mata densa que cercava a região, finalmente chegaram ao ponto chave, onde toda a operação começava. Ali, verificaram novamente seus equipamentos e armas, vários explosivos e detonadores também pesavam em suas mochilas e após dez minutos, tudo estava checado e preparado.

Enquanto estavam se dirigindo ao local de partida, estavam a passos largos, quase correndo, mas agora, estavam caminhando lentamente, quase rastejando como cobras. Caminharam assim por uns 40 minutos e chegaram a uma cerca de arames, ali fizeram uma cautelosa parada e como haviam combinado, formaram dois grupos, o primeiro liderado pelo próprio sargento Alves e o outro pelo soldado Lima, e então foram em direções opostas, fazendo o registro do local, por fotos, vídeos e comentários em áudio, enviados instantaneamente para o satélite militar reservado para a missão, pois em seguida, o próximo esquadrão a entrar em campo, dependeria desses dados, corretamente coletados, para efetivar a invasão do local.

CONTINUA...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget